Home » Notícias » Congresso do Agronegócio: “O Brasil é um manicômio tributário”

Congresso do Agronegócio: “O Brasil é um manicômio tributário”

Compartilhe isto:

“Faltam tempo, vontade e projeto”. “O Brasil não tem um Sistema Tributário, tem um Manicômio Tributário”. “Nosso país está numa situação medonha”. “Este é um país que funciona de cabeça para baixo e se não fosse o Agronegócio já teríamos afundado”. Frases fortes, e que mereceram aplausos dos mais de quinhentos participantes, marcaram a tarde de debates do 16º Congresso Brasileiro do Agronegócio, promovido pela Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) no Sheraton WTC São Paulo Hotel, na capital paulista. Foi durante o painel que debateu Reforma Tributária e reuniu Paulo Ayres Barreto, sócio-diretor da Aires Barreto Advogados, Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES, e Luiz Gustavo Bichara, sócio da Bichara Advogados. Com a moderação do jornalista William Waack.

Acompanhe algumas das melhores frases:

“Todos reclamam, mas ninguém quer fazer a Reforma Tributária”.

“O mais urgente talvez seja pensar em regras de transição e só depois em mudoficações efetivas”.

“Custeio efetivo do gasto público no custeio geral, alíquotas uniformizadas, simplicidade nas cobranças e no entendimento dos tributos são fundamentais”.

“O Brasil é competente em tributar, mas não tem a menor habilidade para arrecadar”.

“Transformaram o Brasil num pandemônio. É impressionante o que essa gente conseguiu produzir”.

“Temos que ajudar o governo nesta tarefa porque ele está frágil, mas é ele quem conduz nossa economia hoje”.

Fonte: Revista Beef – Revista Ave – Revista Pork
Compartilhe isto: