Home » Notícias » Leilão da AGT em Goiânia alcança média de R$ 9.750,00 se tornando num dos mais concorridos da Expo-Goiás

Leilão da AGT em Goiânia alcança média de R$ 9.750,00 se tornando num dos mais concorridos da Expo-Goiás

Compartilhe isto:

Animais vistos antes pelo público

Em sua 23ª  Edição, o tradicional Leilão da Associação Goiana do Tabapuã foi realizado neste sábado à tarde, no Tatersal-III do Parque da Pecuária em Nova Vila. Com um público acima de 150 pessoas, o evento alcançou uma arrecadação de R$ 263.440,00 com 27 lotes diversos colocados à venda.

Muita gente prestigiou o Leilão da AGT no Tatersal III do Parque de Nova Vila.

O sistema de negociação foi de 24 prestações para cada lote sendo que as duas primeiras  quitadas já de início. O lote mais caro foi arremato por R$ 24.000,00. Trata-se da vaca Orca FIV do Parque do Condomínio Wagner Miranda/Francisco Sijavan, nascida em 15-02-2012, filha de Iluminismo de Tabapuã e Itapecha do Córrego. A vaca está parida de fêmea e prenha do touro Lavrado de Tabapuã.

Somente dois touros foram colocados à venda. Este é Patrono do Parque.

O segundo lote mais caro foi o de número 26. Trata-se de uma fêmea Irla FIV da NGT, nascida em 12-11-2014 vendida pelo pecuarista Giorgio L. Giuseppe A. Arnaldi, registro NGT 3209 por R$ 20.880. Ela é filha de Betthovern da NGT e Daura FIV da NGT. Foi arrematada por Marco Sérgio/Germano Grupo TJG.

O Terceiro lote mais caro foi o de número 06. Trata-se de uma prenhez da vaca Q-Bela FIV do Goiás com o touro Dgano FIV da NGT, do Grupo DAGA por R$ 19.680. O touro é recorde de venda de sêmen. A fêmea é Campeã Nacional e Terceiro lugar no Grande Campeonato Nacional, TOP 2%, com parto previsto para o final de agosto. Foi vendida para Giorgio Arnaldi.

Animal mais caro do Leilão, Orca FIV do Parque.

Outra boa venda foi a da fêmea Uem Falada TE de Dogimar Gomes dos Santos, lote 07, nascida em 12-12-2007, filha de Viúvo de Taba e Tropical Onda Verde por R$ 18.000,00, arremata por Edilson Coelho.

DOAÇÃO

O presidente da Associação Goiana do Tabapuã, Leonardo Moraes colocou uma fêmea à venda cuja arrecadação de R$ 7.200,00 foi doada para o Hospital do Câncer que será construído em Inhumas Goiás, cujo projeto  foi concebido pelo pecuarista e médico Wagner Miranda. Motivados, vários outros pecuaristas e empresários fizeram doações em dinheiro para o novo Hospital que será uma referência no Brasil no tratamento de câncer. Segundo Wagner Miranda, poderá ser até mesmo superior a unidade de Barretos que recebe pacientes de todo o País.

SUCESSO

Para o presidente da AGT, o 23º Leilão da entidade denominado Força do Tabapuã, alcançou plenamente seus objetivos em termos de prestígio e vendas. Segundo Leonardo, a próxima meta da Associação Goiana do Tabapuã é prestigiar também as Exposições Agropecuárias de São Luís de Montes Belos e Sanclerlândia agora no mês de junho. O maior comprador no Leilão da AGT foi Francisco Sijavan da Fazenda 3-T de Sanclerlândia Goiás.

Os lotes vendidos pertenciam aos criadores: Carlos Otto Laure (presidente da Associação Brasileira de Criadores de Tabapuã) e outros; Condomínio DAGA Agronegócios/Tabapuã TJG/Renato Ximenes; Condomínio Wagner Miranda/Francisco Sijavan; Grupo DAGA; Dogimar Gomes dos Santos; Fazenda Mutema; Francisco Sijavan Cunha; Frederico Hahnnemann; Goiás Celso; Jaime Bueno Aguiar; José Paulo Umbelino; Leonardo Moraes; Luiz Rodolfo Campos Ribeiro; Maria Cecília J. Germano; Mário Coelho Mendonça Júnior; Wagner Miranda e Giorgio Giuseppe A. Arnaldi.

Imprensa – Associação Goiana do Tabapuã

 

Compartilhe isto: